4 de maio de 2011

Uma ex-motoqueira...

Bom dia meninas, marido!

Como estão todos?Bem, né?

Hoje vou falar de um assunto chato pra algumas mas pra mim é mto importante...

- Moto/Carro.
Eis que esse assunto mexe muito comigo...
Eu sou uma pessoa, assim...digamos muleca, sempre andei de moto pra cima e pra baixo, nunca tive medo de cair, empinar, passar no meio de carros e etc...Nesses últimos anos eu tinha uma aliada, a minha "neguinha", uma twister preta, linda, nova e super minha cara. (ponto final, hunf)
O apego nela é gigante, essa guerreira me levou para trabalhar embaixo de chuva e sol, sempre juntas, nunca me deixou na mão e nunca estragou nada, só manutenção preventiva...Digamos assim, era minha salvação pois trabalhava, estudava e tudo muito corrido, era com ela q eu ia e vinha sempre...
Quando descobri a gravidez, bluft...meu mundo caiu, pois a primeira coisa que a minha médica disse foi: "Não ande de moto!". Claro, como eu sempre desejei muito essa gestação eu mais q depressa encostei a moto e pronto, tá lá, na garagem...Comecei a vir trabalhar de ônibus, mas isso no início da gestação começou a ficar desgastante, para acordar mais cedo era uma luta, para conseguir segurar o enjôo por conta dos perfumes fortes era outra luta, chegar em cima da hora me tirava do sério...e mais "n" motivos!
Depois de muito relutar, decidi vender minha companheira! O coração aperta, acredita que dá até um medo do próximo dono não cuidar?
Massss...fui lá e providenciei um carrinho, um milzinho, usado...um Celtinha para poder vir trabalhar e não gastar muito, afinal de contas eu trabalho quase em outra cidade...rs*
Tô feliz com meu carrinho, financiado, usadinho, milzinho...e tô perdendo o medo de dirigir (será outro post isso), já superei um tanto minhas limitações que já até vim trabalhar 2 dias seguidos de carro...
Agora me perguntem...a moto?
Vendi para o meu PAI, sei que ela será bem cuidada...Mas mesmo assim meu coração vai sentir falta da companheiro de viagem, trabalho, faculdade e diversão....
O Celtinha?Recebeu um nome, FRED, sim...eu gosto de batizar =)
É ele o meu novo companheiro de todos os dias...

Beijos, beijos, beijos...

4 palpites:

BackK disse...

Não fica triste amor... assim que pudermos, compramos outra moto, quem sabe a 500 que vc sempre quis... Sabe que na nossa vida é assim, sempre que acontece alguma coisa que nos chateia, vem uma que nos alegra muito mais...

Te Amo

Mirtis disse...

Ahh que bom...com o tempo vc perde o medo totalmente....é pq vc era acostumada com moto, e eu já morro de medo de moto!
Mas tudo pela gravidez ne...
rs
Fique bem, beijos

Ex não vaidosa disse...

Saudações, mamãe! Moto... amo moto, estou pensando em comprar uma! A gente se apega aos nossos meios de transporte... quando toquei de carro tb ficava pensando pra onde ia meu primeiro carrinho... a gente fica triste e dá vida... rsrsrs... mas passa.. ai, quando o bebe estiver grande, vc pega a Neguinha de volta! Beijos e abraços

Keila disse...

Queridona,sumida daqui eu estava,né? Pois, então pirimeiro feliz demais pela sua gravidez e estive pensando: certa vez te pedi dicas de como enfrentar a moto, enfim, ainda stenho mnedo e ando pouco, tenho preferido enfrentar o ônibus por duas horas... teve um acidente horrível com dois motoqueiros do meu lado à poucos dias e aí meu medo triplicou, mas estou tentando vencer aos poucos.

Odeio me desfazer das coisas que contam uma história da minha vida... mas pensa que bom. A moto está com seu pai e depois que o filhote nascer vc pega emprestado com ele...

Bjs e boa sorte com o carro.

 

Copyright © ' BotecO de Mulher '. Template created by Volverene from Templates Block
WP by WP Themes Master | Price of Silver